Trânsito na ponte Colombo Salles foi liberado às 13h deste domingo


Foto: Mauricio Vieira / Secom

O trânsito de veículos sobre a ponte Colombo Machado Salles, em Florianópolis, foi liberado às 13h deste domingo, 28. Por volta das 10h, foi concluída a etapa de perfuração e protensão com as barras de aço especiais (dywidag) do bloco 4 da estrutura que liga a Ilha ao Continente. O trabalho seguirá conforme cronograma da obra de recuperação dos blocos das pontes da Capital.

O desvio do fluxo da ponte Colombo Salles iniciou às 7h de sábado, 27. A reversão foi feita em duas faixas da ponte Pedro Ivo Campos e a operação foi coordenada pelo 4º Batalhão da Polícia Militar de Santa Catarina com apoio da Polícia Rodoviária Federal.

“Finalizamos com sucesso a etapa de perfuração e protensão do bloco 4 da Colombo Salles. A empresa executora conseguiu adiantar bastante o trabalho, sendo possível concluir as intervenções desta primeira fase antes do previsto. O trânsito na ponte foi liberado às 13h, ou seja, 16 horas antes do planejado. Conseguimos adiantar o cronograma e cumprir o compromisso de gerar o menor impacto possível no tráfego e na mobilidade na entrada e saída da Ilha de Santa Catarina durante esta obra fundamental para a manutenção das estruturas que ligam a ilha ao continente”, afirma o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira.

O tratamento emergencial dos blocos é realizado com a técnica de reforço com barras dywidag - protensão com barras de aço especiais. Com as novas barras, a capacidade resistente de cada bloco será aumentada e as cargas atuantes na ponte serão transmitidas às estacas de fundação.

A obra de recuperação emergencial dos blocos das pontes iniciou no dia 1º de junho. As intervenções serão realizadas em três blocos em cada ponte, começando pela Colombo Salles. Na Pedro Ivo, as intervenções estão previstas para começar em agosto.

 

Comentar

0 Comentários