Prefeita Adeliana encaminha projeto à Câmara para reduzir ISS do setor de Tecnologia

  • Primer TV
  • 07/Nov/2019
  • 0
  • Iniciativa visa equiparar alíquota em relação aos outros municípios da região e fomentar a instalação de empresas de TI em São José

O futuro é promissor para a cidade de São José quando o assunto é tecnologia. Atualmente, o município conta com mais de 300 empresas da área tecnológica instaladas, uma média de 5 mil colaboradores e faturamento  que ultrapassa R$ 650 milhões, o que representou 13% do fluxo econômico municipal em 2018.

Para fomentar ainda mais este mercado, a prefeita Adeliana Dal Pont encaminhou um projeto de lei à Câmara Municipal propondo a redução do Imposto Sobre Serviço (ISS) para o setor de tecnologia. O objetivo é estimular o desenvolvimento deste setor na cidade, equiparando a alíquota aplicada pelos municípios vizinhos fixada em 2% e garantindo competitividade às empresas que desejam se instalar em São José.

Para Adeliana, a adequação de alíquota que se pretende pode representar uma redução de arrecadação em um primeiro momento, mas que será rapidamente suprida com a criação de novos empregos e empresas, assim como o crescimento das já existentes. “A medida representa mais uma ação que a administração deseja promover para estimular a criação de novos empreendimentos em São José, colaborando para que os negócios que operam no município continuem se desenvolvendo na cidade e permitindo que os indicadores de desenvolvimento econômico do município continuem crescendo”, assinala a prefeita.  

A adequação de alíquota também vem em um momento em que o segmento de informática, incluindo áreas de tecnologia da informação (TI) e as startups, cresce de maneira expressiva em todo o Brasil. De acordo com pesquisas da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), somente em 2018, o setor já alcançou o percentual de 5,6% do PIB catarinense com um faturamento de R$ 15,5 bilhões.

Ainda de acordo com a Acate, já são 15,7 mil empreendedores e 51,8 mil colaboradores na área de tecnologia em Santa Catarina, o que representa um crescimento significativo no número de empresas catarinenses no segmento de informática, passando de 6.179 empresas em 2014 para 11.274 em 2018.

Comentar

0 Comentários