Palhoça decreta situação de emergência

O prefeito Eduardo Freccia declarou situação de emergência em Palhoça, nesta terça-feira (12), em razão dos efeitos ocasionados pela chuva intensa e permanente registrada no município desde o dia 8, agravada a partir desta segunda-feira (11). Foi o maior volume de chuva dos últimos anos, com mais de 170 milímetros somente nas últimas 24 horas.

 

Desde as primeiras precipitações, profissionais da Defesa Civil do município estão monitorando a situação e deslocaram equipes para trabalhar nos locais mais afetados, para mitigar os efeitos da enxurrada.

 

Entre os incidentes ocasionados pela chuva, foram registrados diversos pontos de alagamento, movimentação de terras e encostas e queda de cabeceira de ponte.

 

Considerando que ainda há previsão de chuva para os próximos dias, conforme alerta emitido pelos órgãos responsáveis pelo monitoramento do clima, como a Epagri/Ciram, o prefeito Eduardo assinou o Decreto 2.894, nesta terça-feira (12), declarando a situação de emergência em Palhoça. A medida tem o objetivo de restabelecer a ordem e a segurança e preservar a vida das famílias atingidas em localidades comprovadamente afetadas pelos efeitos da chuva.

 

O decreto prevê a instalação de uma Sala de Situação, visando monitorar, planejar e executar ações para minimizar os efeitos da situação de emergência. “Estamos preparados para tomar todas as medidas administrativas, judiciais e extrajudiciais que forem necessárias para o retorno das condições de normalidade no nosso município. Estamos focados nessa situação de emergência e vamos empregar esforços para preservar a ordem e a vida, enquanto perdurar a situação de anormalidade”, reflete o prefeito Eduardo.

Comentar

0 Comentários