Ações de limpeza urbana são intensificadas nos bairros de São José

Equipes realizam mutirões em todas as regiões do município e a colaboração da população é fundamental para manter a cidade bem cuidada

O trabalho de limpeza urbana é realizado em um cronograma que considera as demandas e necessidades específicas de cada bairro
Manter a limpeza da cidade é um fator fundamental para a preservação da saúde pública, da qualidade de vida da população e do meio ambiente. Por isto, a Prefeitura de São José, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, reforça as ações de limpeza urbana em todo o município. Os mutirões acontecem em todas as regiões de São José e a Prefeitura conta com a colaboração da população para ajudar a manter a cidade cada vez mais limpa e bem cuidada.   O trabalho da infraestrutura consiste na limpeza das vias públicas com equipamentos e máquinas para a retirada de entulhos; limpeza de rios e córregos; manutenção das mais de 70 praças espalhadas pela cidade, entre outros serviços, que incluem a varrição e a lavagem de ruas, limpeza de bueiros, meio-fio de calçadas, lixeiras e espaços públicos. As ações de limpeza e planejamento contam com a participação de mais de 200 pessoas entre coordenadores, operadores de equipamentos, serviços gerais, motoristas e roçadores.

O secretário de Infraestrutura, Milton Bley Junior, explica que os trabalhos são realizados a partir de um cronograma de serviços que leva em consideração as demandas e necessidades específicas de cada bairro. “Cada mutirão leva, em média, de quatro a cinco dias para realizar a limpeza geral da área pública em cada bairro. Contamos também com equipes distribuídas em todas as regiões de forma simultânea para intensificar as ações, recolher o lixo das lixeiras públicas e manter a cidade organizada”, afirma o secretário.

 
São cerca de 200 profissionais distribuídos em equipes para fazer a limpeza e manter a cidade organizada
Milton destaca ainda que limpeza dos espaços privativos, como terrenos e calçadas, é de responsabilidade do proprietário. “A contribuição da população é muito importante para que possamos manter a cidade limpa. Ações simples como não jogar lixo nas vias públicas e não descartar material inservível como sofás, colchões, móveis e eletrodomésticos, em rios, canais e encostas, podem fazer toda a diferença, principalmente, em períodos de chuva, evitando inundações e alagamentos”, reforça o secretário de Infraestrutura.

A limpeza urbana em São José é realizada de segunda a sexta-feira, nos períodos matutino e vespertino, e conta com equipes de varrição mecanizada e varrição manual, capina mecanizada e também manual, além de equipes de pintura de meios-fios e roçada manual. A Infraestrutura também possui uma frota de veículos composta por caminhões, tratores, roçadeiras, patrolas, escavadeiras, retroescavadeiras entre outros equipamentos que auxiliam o trabalho.

Para denunciar práticas que estejam prejudicando a manutenção da limpeza na cidade ou solicitar melhorias na limpeza do bairro, o cidadão pode fazer contato com a Ouvidoria da Prefeitura de São José pelo número 0800-6449040.


Como colaborar com a limpeza da cidade?

Com algumas atitudes simples podemos contribuir para limpeza de nossa rua, bairro e cidade:

- Ao varrer a sua calçada, cuidado para não jogar folhas e detritos nos bueiros.

- Não jogue lixo em vias públicas. Caso você tenha algo a descartar, guarde o material consigo até encontrar a lixeira mais próxima. Não custa lembrar: lugar de lixo é na lixeira.

- O material proveniente de sobras de construção são responsabilidades do gerador. Portanto, antes de iniciar a obra, contrate uma empresa credenciada para realizar o recolhimento, o transporte, a destinação correta e assim evitar o acúmulo de resíduos em via pública.

- No caso dos terrenos, o proprietário deve mantê-los sempre limpos, murados e calçados.

- Terreno baldio não é

lixeira. Depositar lixo ou entulhos em terrenos baldios causa mau cheiro e serve como atrativo para a proliferação de roedores e animais peçonhentos.

- Não jogue lixo ou material inservível, como sofás, colchões, móveis e eletrodomésticos, em rios, canais e encostas. Além de configurar crime ambiental, o descarte inadequado pode provocar inundações, alagamentos e transtornos em períodos de chuva.

Fotos: Divulgação Secom/PMSJ

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *