Patrulha náutica é a novidade da Operação Verão

A Prefeitura de Palhoça realizou, na terça-feira (16), a primeira reunião de preparação da Operação Verão 2018-2019, que reúne ações de diversos segmentos para a temporada, com o objetivo de suprir a demanda de serviços prestados aos moradores e visitantes. A Operação Verão inicia em dezembro, com previsão de se estender até o Carnaval.

Foto: DIVULGAÇÃO


Participaram da reunião, além do prefeito Camilo Martins, o vice-prefeito Amaro Júnior e os secretários Marcelo Prim (Turismo), Isnardo Luiz Brant (Fazenda), Edson Ghizoni (Serviços Públicos) e Eduardo Freccia (Infraestrutura). O ex-secretário de Turismo, Adriano Mattos, que está ocupando uma cadeira na Câmara de Vereadores, representou o Legislativo no encontro. A Operação Verão envolve também agentes da Secretaria de Defesa do Cidadão, Secretaria de Saúde, Samae, Secretaria de Assistência Social e Fundação Municipal de Esporte e Cultura (FMEC).

No mesmo encontro, o prefeito Camilo Martins empossou os novos membros do Conselho Municipal de Turismo (Comtur), gestão 2018-2020, em cumprimento ao que está disposto no decreto nº 2.397, de 12 de setembro de 2018. Os 15 membros efetivos do Comtur representam o poder Executivo municipal, o Legislativo, a Faculdade Municipal de Palhoça, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a Associação Empresarial de Palhoça (Acip), o Senac, segmentos do comércio (como bares, restaurantes, pousadas, hotéis, turismo náutico e agências de turismo), associações de moradores e representantes de entidade voltada ao surfe na Guarda do Embaú.

De acordo com o prefeito Camilo Martins, a operação será repetida e melhorada, com base nos anos anteriores, a fim de oferecer segurança e conforto aos moradores de Palhoça e turistas. Todas as secretarias e órgãos da administração municipal serão mobilizados de forma integrada, afirmou. “A integração das secretarias para coordenar ações na temporada garante serviços públicos de qualidade, com conforto e segurança. Possíveis erros do passado serão corrigidos e nossa meta é ampliar os serviços públicos, com infraestrutura e emprego de equipamentos e pessoal qualificado. Empreender para atrair o turista é um desafio, mas os números garantem que Palhoça está no caminho certo”, avalia.

O planejamento propõe a manutenção de serviços e atividades esportivas e de recreação, criados em anos anteriores, e o lançamento de novas propostas. A agenda prevê um calendário de eventos organizado, infraestrutura adequada, segurança, limpeza e atendimento eficiente ao turista. A temporada de verão 2018-2019 será maior, em virtude do Carnaval ser em março, o que estenderá a permanência de turistas e a população itinerante nas praias.

Dentre as propostas apresentadas na reunião desta terça-feira, estão a reativação das arenas esportivas, incluindo uma programação abrangente. A programação recreativa e de iniciação esportiva deverá contar com a contribuição de professores contratados através de processo seletivo para trabalhar nas praias. Dentro da proposta de infraestrutura, a Prefeitura já está ultimando detalhes para: licenciamento de quiosques, food trucks e ambulantes; instalação de chuveiros e banheiros químicos; acessibilidade aos cadeirantes (esteiras na areia e cadeiras anfíbias); vistoria nas condições das instalações dos guarda-vidas; monitoramento da qualidade da água do mar e foz dos rios, através de convênio com a Samae; análise da necessidade de reforço de energia.

O planejamento prevê, ainda, o aumento da fiscalização, com agentes de Obras, Tributos e Ambiental; criação de horários alternativos de ônibus nas linhas da Jotur e um itinerário da Santo Anjo, linha Porto Alegre-Florianópolis, passando pelas praias de Palhoça. Além disso, será alugada uma casa, na Guarda do Embaú, para abrigar efetivos da PM e agentes de trânsito. Na agenda da Prefeitura, também consta a implantação do Centro de Atendimento ao Turista, além das praias, no Morretes e Passagem do Maciambu, e o lançamento do Guia de Verão Palhoça 2019. Marcelo Prim, secretário municipal de Turismo, ressaltou a importância do trabalho desempenhado pelo Comtur, com seus membros envolvidos em atividades de empreendedorismo, sugerindo obras e fiscalizando a execução. “É uma parceria que deu certo. O conselho é parceiro em várias atividades e isso tem ajudado muito a administração municipal a melhorar a qualidade dos serviços públicos voltados ao turismo”, afirmou.

Representando o comando do 16º Batalhão de Polícia Militar, o segundo-tenente Rafael Melo Barcellos de Paula disse que a segurança terá prioridade na temporada. O tenente Marcelo Pereira, subcomandante do Corpo de Bombeiros, revelou que 60 guarda-vidas atuarão nas praias de Palhoça.

  Patrulha náutica

Uma novidade dessa Operação Verão será a “patrulha náutica”, que vai operar por meio de uma parceria entre a Capitania dos Portos e o Corpo de Bombeiros de Palhoça, visando empreender a fiscalização de embarcações em circulação em águas das baías do município, além de oferecer apoio a ocorrências diversas, principalmente o resgate de vítimas de afogamento.

  Limpeza e coleta de lixo

Nas temporadas passadas, Palhoça se destacou pelo trabalho de limpeza das praias. Esse trabalho será mantido, com a limpeza diária das praias e coleta de lixo, com ampliação do atendimento e intensificação do trabalho nos finais de semana, principalmente na Guarda do Embaú, que é a única “Reserva Mundial de Surfe” do Brasil. As praias terão lixeiras. Haverá, também, um trabalho de despoluição visual nas margens da rodovia Evadio Broering, com retirada do excesso de placas anunciando produtos e outros serviços.

  Sinalização

A Prefeitura está adotando providências para a instalação de portal e placas nas regiões das praias; numeração dos postes para facilitar a localização (modelo já implantado no Rio de Janeiro); sinalização da rodovia de acesso e saída (placas indicativas para acesso Norte e Sul da BR-101); identificação das áreas de lazer e trilhas; criação de bolsões de estacionamento; demarcação e sinalização de entrada e saída de embarcações; e demarcação de acesso ao “Canto do Zico”, na Ponta do Papagaio.

  Água potável

Segundo o prefeito, fatores como a balneabilidade de todas as praias do Sul do município contribuem para aumentar a procura dos turistas por Palhoça.

A maior obra de infraestrutura na região Sul visa à oferta de água potável encanada. O secretário de Infraestrutura, Eduardo Freccia, revelou, na reunião, que a estação de coleta e tratamento de água está concluída e os trabalhos na barragem estão em fase final. O próximo passo é a construção de uma rede que fará a interligação entre a barragem e a estação de tratamento, faltando apenas detalhes para a implantação dos últimos 3 mil metros de tubulação.

A Prefeitura trabalha com a certeza de que as torneiras terão água tratada no início da temporada de verão. Na próxima semana, a Secretaria de Infraestrutura dará início às obras de construção de um deque na Praia do Sonho, inicialmente com 300 metros de passarela.

  Acesso ao mar

O projeto que disponibiliza cadeiras anfíbias para o banho de mar de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida será mantido durante toda a temporada. No último verão, 141 pessoas se cadastraram como participantes e utilizaram os equipamentos, sempre com acompanhamento do Corpo de Bombeiros.

  Cicloturismo

Outra atração é a rota de cicloturismo, levando em conta, principalmente, a potencialidade da região em termos de atrativos naturais. As trilhas dos Caminhos da Imigração percorrem aproximadamente 400 quilômetros em terras de Palhoça e municípios vizinhos.

  Eventos

No calendário de eventos, estão inclusos réveillon com queima de fogos; “Operação Sesc Verão”, na Praia da Pinheira; e Carnaval nas praias, com a participação de blocos e outras atrações. As arenas esportivas serão instaladas na Ponta do Papagaio, na Praia do Sonho, no Mar Aberto e na Pinheira, informou José Virgílio Junior (Secco), presidente da FMEC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *