Evento da Apae emociona palhocenses

Texto: Isonyane Iris “Vem para a praça que a Apae te abraça”. Esse foi o tema da ação realizada pela Apae de Palhoça nesta terça-feira (28), na Praça Sete de Setembro, no Centro, em comemoração à Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. Com muita música, teatro e serviços prestados à comunidade, a ação atraiu não só os alunos e seus familiares, como muitos visitantes. “Lindo e surpreendente. Nunca imaginei que o trabalho da Apae era tão bonito. A gente que não conhece imagina que é um lugar silencioso, fechado, tipo hospital, aí quando se depara com uma alegria dessa contagiante, chega a emocionar”, relata a moradora do Pachecos Carmem Flores, ao caminhar pela Praça Sete de Setembro na tarde terça-feira (28). A Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla é comemorada no Brasil entre os dias 21 e 28 de agosto. Para celebrar a data, a Apae de Palhoça resolveu trazer sua comemoração para a praça central e assim mostrar um pouco do trabalho realizado diariamente. “Uma oportunidade dos nossos alunos fazerem uma interação com a comunidade de Palhoça e também mostrar o que oferecemos diariamente a eles. O movimento está muito bom e as famílias também estão bem participativas”, destaca João Leonel Machado Farias, coordenador pedagógico da Apae de Palhoça, ressaltando que a Apae atende sem restrição de idade. “Nós preferimos trazer a Apae de Palhoça para a praça porque não adianta fazer um evento dentro da Apae. Inclusão social é isso, fazer o público participar, a família estar presente e envolver a sociedade nesse amplo campo que é a Apae. Eu só posso agradecer a todos os envolvidos”, agradece Elisete Neuhaus, presidente da Apae de Palhoça. Animada com o evento, Marilete da Silva, de 48 anos, em poucas palavras deixa bem claro o quanto gosta de estar na Apae: “Eu adoro ir na Apae. Gosto muito de tudo, dos lanches, das atividades e dos passeios que são muito legais”. Os alunos apresentaram músicas, teatros, danças e ainda puderam se divertir muito com suas famílias, que também estavam no evento. “Eu sou muito grata ao trabalho que a Apae faz. Minha filha está com eles há mais de 30 anos e desde então ela sempre foi muito bem cuidada. Fazem atividades bem legais, muitos passeios e em todos eu vou com ela. Hoje ela acordou cedo, arrumou o quarto e ficou ansiosa esperando a hora de vir. Só posso agradecer por tudo, a Apae de Palhoça é a segunda família que temos”, agradece a mãe da Marilete, Rosalina Josefa da Silva. “Além de a minha irmã ficar empolgada, ela fica muito feliz em participar dessas atividades diferentes. A Apae é muito bem organizada, oferece um trabalho muito importante e tem muito cuidado com os alunos. Se percebem que minha irmã não está bem eles ligam, conversam com a minha mãe, tudo com muito carinho”, elogia Andreza Arauldi. Veronica Josefa Espindola, ao ver a sobrinha participando das atividades, não conseguia segurar as lágrimas. “Ela não vive sem a Apae. Ela passa o dia inteirinho falando de tudo que faz lá, dá para perceber o quanto é bom tudo que eles oferecem. Hoje só de estar aqui e ver essa alegria de todos eles emociona, eu não consigo parar de chorar”, descreve a tia, emocionada.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *